Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

quarta-feira

Hyères, 22 de julho de 2012

A gente quase chega atrasados ao porto; foi bom porque inaugurei meu sapato de 10 euros do Decathon, correndo 200m com barreiras.. rsrsrs.. tudo vale a pena quando a vista não é pequena.. a ilha é IRADÍSSIMA, foi uma das vistas mais lindas que eu já vi na vida. Tu sabe o que é chorar ao ver uma paisagem? Pois foi:

Entrada pro navio para Port Cros

Meu Cabral

Foi lindo

Chegamos na ilha

A ilha é totalmente preservada

Pense no medo de altura

O sol brilha

Bois

A gente cuidou pra que ela não ficasse atormentada

Tudo sinalizado

O poço das fadas

Flora

Camuflada

Indescritível

Eu chorei

Close

A erosão

Os únicos a chegar aqui

Ahhhhhh!

Danger

Ruínas

Os cabelos da árvore

Calo nos pés

Mar Mediterrâneo

Meu amor todo pequeninho

Mergulho maravilhoso, lindo demais, muitos peixes

A nossa marca

A "praia"

Final de tarde

Amigos no caminho

Um pouco de Ceará

A cerva pra fechar o dia

A raposa no estacionamento

Álcool feito pelo Christophe
 Exausta!!! Mas maravilhada, como sempre: adoro a natureza!

Hyères, 21 de julho de 2012

Casa de praia no sul da França é o que há... mas o complicado mesmo é a água gelada.. putz grila! Nem com roupa de surfista o negócio deu jeito:

Add caption

Bel Slater

Meu artista

No meio da praia uma árvore

A foto das férias

Pierre, Mamis e Christophe
 Dormir cedo porque amanhã vamos visitar uma ilha lindíssima e fazer trilhas nunca desbravadas.. rsrsrs

Charleval/ Hyères, 20 de julho de 2012

Dormimos tarde, mas conseguimos acordar a tempo de conhecer a feirinha de Charleval:

Queijos

Cama, mesa e banho

Se liga no franguinho assado

Pães e doces

Hummmmmm

Meu amor

Uma pausa

Céu azul

Árvore psicodélica

Típica Tabacaria
Decidimos escolher um trajeto pelo GPS que não passasse por pedágios, sendo assim, a gente teve oportunidade de conhecer outras localidades do sul da França. É bem perceptível a diferença social do norte e sul:

Chegando em Marseille

Pelo caminho

A estrada construída dentro da rocha mesmo, viu

Pelo centro, perdidos...

Chegando em Hyères

Num é que tem praia mesmo

Igualzinha a nossa...

... com exceção da água: HIPER GELADA

Linda demais, a vista

Bike solitária

Arvoredo

E o marzão lá atrás
Plage

Praia em Hyères


Né a Beira-Mar não

Lua-de-mel maravilhosa
Fomos muito bem hospedados pela Mamis e Christophe; a família do meu amor arrasa, ó!