Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

sábado

Rio de Janeiro, 28 de Dezembro de 2015

O corretor do apartamento onde estávamos, em Copacabana, muito gentilmente, ofereceu um passeio (com um preço bem bacana - R$ 60 reais por pessoa)  por alguns pontos do Rio que não seriam tão acessíveis para ir de ônibus ou táxi. Valquíria foi uma ótima guia, simpática, disponível e muito ágil na direção! Curtimos muito esse 4º dia na Cidade Maravilhosa!

Favelas, morros e o céu do Rio

"Eu sou da Zona Norte, o nosso lema é independência ou morte" - Ponto de Equilíbrio

Ponto preto no céu azul e branco

O Pão de Açúcar visto do Mirante Dona Marta

Segurando o Cristo

Mais um "x" no Mapa Múndi, né, amor?!

Cristo artístico

A Floresta da Tijuca é uma das provas que o REFLORESTAMENTO funciona, SIM! D. Pedro II iniciou o trabalho de reflorestamento plantando, durante 13 anos, 100 000 mudas nativas da Mata Atlântica e o resultado foi essa maravilha de Parque Natural:

Cachoeira na Floresta da Tijuca

Fonte na Floresta da Tijuca

Ouvir a Natureza também é legal

Voo livre na Floresta da Tijuca

Voo livre na Floresta da Tijuca

Paz...

Voltando pra casa, cruzamos aquela que já foi a maior favela do mundo: Rocinha

E a cada dia, eu me apaixono mais por esse lugar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário