Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

terça-feira

Fortaleza, 1º de julho de 2012

Eu tinha esquecido como é ruim essa angústia de viajante solitário. Mas, ao mesmo tempo, foi mais simples dessa vez, com mais experiência, passar por todos os aeroportos e, principalmente, pela imigração em Portugal. Na verdade, é a segunda vez que os portugas não me pedem documento algum.. passagem liberada na Europa! "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena", sem dúvidas. Essa foi, de fato, a viagem mais cara que já comprei até hoje, mas o que não se faz por um grande amor... ah, e um por uma grande festa que haverá no 13 de julho. Viajar é isso: são emoções, angústias, mas também, e mais que tudo, descobertas e alegrias! Allé!!! 


Agora é percorrer os trechos Fortaleza/Salvador; Salvador/Lisboa; Lisboa/Lyon... depois, só felicidades com meu amor!

Um comentário: