Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

terça-feira

Lyon, 3 de julho de 2012

Não dormi muito bem essa noite: calor, muriçocas... Bem cedo fui ao médico com Pierre, ele foi atualizar o cartão de vacinas, coisa que não faço há tempos! Antes, um chazinho pra acordar:


Na França há uma variedade de legumes impressionante:
Tomates em formato de abóbora.. huahua

No meio do caminho, indo ao médico pertinho de casa, umas fotos da pequena e aconchegada Eculy, a localidade onde a família de Pierre mora; na verdade, não é bem Lyon, é como se fosse uma região metropolitana; Pierre comparou dizendo assim "é como se fosse a Messejana do Ceará". Caminhando pelo lugar eu repetia pra mim, várias vezes, "primeiro mundo.. poder andar com uma câmera na mão, um iphone no bolso, um kindle na bolsa, dinheiro.. despreocupadamente.. porque a desigualdade social é bem menor por aqui".. eu sempre me admiro a cada vinda à Europa:

Bem comum casas com essas plantas decorando o muro
Caixa de correios

Parada de ônibus
Agora se liga no carro da secretária da doutora que atendeu Pierre... imagina como não deve ser o carro da própria médica.. hauhauha.. primeiro mundo.. ai, ai...
 

Na volta, mais imagens de Eculy:

Passagem para pedestres punks.. rsrs
 
Em frente à escola : "Pensem em nós, ande mais devagar"

Escola pública francesa...

O sonho de todo ciclista brasileiro

Atrapalhamos uma briga de tigres na rua.. rsrs

Reciclagem de lixo em todo lugar

Para marcar o antigo nome da rua, um traço vermelho
Chemin Du Fort... a rua da casa dos pais de Pierre

Ao chegarmos em casa, eu disse, brincando, "Pierre, olha se tem carta pra mim"... e aí, quando ele abriu a caixa dos correios, um pequeno cartão de casamento destinado a Monsieur e Madame Pierre Moral... kkkkkkkkkkk.. adorei!!! O primeiro presente de casamento francês foi maravilhoso: nem sei como agradecer...


Para Monsieur e Madame Pierre Morel

Fomos convidados a um churrasco até de manhã com a galera do festival de música eletrônica que Pierre organizou semana passada; antes, visitei o lugar do chillout, no Mont d'Or, pra limpar o que faltava:


Aqui é totalmente descortês chegar na festa dos outros sem levar nada.. fomos, então, fazer umas comprinhas:

Primeiro o pão, que é super barato e uma delícia

Impressionante como esse povo gosta do tal Saucisson

Será?

Vinho francês por 2,99 euros, tem noção?! oO

Eu no paraíso vinícola

Variedades de Red Bull que eu nunca vi, ó

Até vinho bio, muito gostoso!
Na festa, tive uma verdadeira aula de francês: 20 jovens falando ao mesmo tempo, com idioletos, óbvio, diversos.. e eu tensa, tentando entender alguma coisa. Vinho vai, vinho vem, carne, pizza, petiscos... o frio foi chegando e eu achei que só eu tava tremendo.. rsrsrs.. mas aí meu marido, gentilmente, lembrou a todos que era melhor entrar na casa e curtir o som lá de dentro. Ótimo! Dançamos o tum-tis-tum-tis francês e foi dormir lá pelas 3h da matina: massa demais!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário