Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

sábado

Amsterdã, 1º de Julho de 2014

Por entre prédios incrivelmente tortos, bikes nas quais pedalam crianças, executivos, estudantes e velhinhos, coffeeshops por todo lado, vitrines de prostitutas (diga-se de passagem, a cena mais angustiante que eu já vi na vida) e centenas de tulipas espalhas pelo canal que corta a cidade: descobri uma Amsterdã apaixonante!

Pegando o metrô até o centro de Amsterdã

Estação de Amsterdã

Eles têm prioridade aqui

Prédios tortos

Ruas enfeitadas para a Copa do Mundo

Coffeeshop por todos os lados
E dale Copa do Mundo por aqui

Bolinho cannabis

Bikes, água, prédios tortos...

25% da população anda de bike

Elas enfeitam e dão um charme à Amsterdã

Nenhum comentário:

Postar um comentário