Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

domingo

São Paulo, 15 de janeiro de 2017

O segundo dia em SP começa com as primeiras impressões da rua Aurora (rua perpendicular a que ficamos hospedados): cinemão 24h, altas publicidades de Viagra, garot@s de programa em cada esquina e a toda hora - uma cena perfeita pra compor uma canção de Punk Rock! Antes de nosso primeiro principal destino, uma passadinha na Feira da Praça da República:

Feira da Praça da República

Domingo foi dia de Mercado Municipal, vulgo Mercadão:
Vitrais produzidos pelo artista russo Conrado Sorgenicht Filho

Prédio neoclássico com estilo gótico abriga hoje feira de um tudo em termos de alimento
O Vini comeu o clássico sanduíche de mortadela do Mercadão
Santa Therezinha Cervejas: aqui, no Mercado Municipal, você se esbalda com as artesanais
Não tem como resistir e não tomar uma cerva, mesmo sendo 11h da manhã... hehehehe
Eu pedi a IPA Schornstein
Felicidade de quem, às 11h da matina, pode se deliciar com uma IPA

Depois do lanche, zarpamos pro meu, até então (entenda lendo o penúltimo dia do diário de bordo desta viagem),  bairro preferido em São Paulo - Liberdade. Eu amo comida oriental e resolvi passar aqui pra comer guioza, passear pelas ruas em estilo japonês e fazer umas comprinhas no Mercadinho Bueno:

Grafites no bairro Liberdade (espero que eles, um dia, ainda tenham vida longa*)

Rua principal do bairro Liberdade
Compras realizadas com sucesso!
Mais uma vez, retornamos à avenida Paulista. Dia de domingo, os carros são proibidos de passar até 19h, então aproveitamos para caminhar nesse dia de ainda sol...

Passeio de domingo na avenida Paulista: só alegria!
... ops! Até vir a chuva!
Chove, para a chuva, chove, para a chuva... e assim segue na Terra da Garoa

Sacada do MASP e prédios na avenida Paulista
A chuva deu um time e a próxima parada foi o Fatiado Discos (Av. Prof. Alfonso Bovero, 382 - Sumaré):

Fatiado Discos
Cana, cerva, vinho e água no mesmo lugar.. rsrsrs

Discotecagem na Fatiado Discos: rolou Caetano, rolou Novos Baianos... eu tava em casa:

Fatiado Discos
A gente foi de cerva mesmo!
Parede toda decorada com cartazes de shows, bandas etc

 A noite chega, a chuva permanece e decide não parar nunca mais! kkkkkkk.. Mas isso não é motivo para interrompermos as perambulações, nem mesmo as noturnas:

Vista noturna da janela do apê onde estávamos (POLUIÇÃO MODE ON)

Pesquisando na internet, encontramos o bar O'Malleys (Alameda Itu, 1529 - Jardim Paulista), pub estilo inglês com música ao vivo. Decidimos arriscar! O lugar é bem bizarro, com galera que curte esportes em equipe... mas, a voz da Roberta Gomes, cantando pop e soul, me fez ganhar a noite:

Roberta Gomes

Momento Iiiieeeiiiii
O lugar não é essas coisas e eu certamente não voltaria de novo: comida mais ou menos, gente bizarra e calor que esquenta a cerva rapidinho. O que salvou o dia foi a voz da cantora, porque nem a banda ajudou! O guitarrista cagava o pau com os improvisos à la Chimbinha (com todo respeito a quem curte!). Bem, mas quando se está de férias, e em boa companhia, nada estraga o humor (vide foto acima).


IMPORTANTE (LEIA O LINK ABAIXO):
*Pra entender a situação lamentável que o atual prefeito de SP tem causado em SP: http://brasileiros.com.br/2017/01/ao-apagar-grafites-indiscriminadamente-doria-ignora-um-dos-vertices-hip-hop/

Nenhum comentário:

Postar um comentário