Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

domingo

Serra da Capivara, 24 de julho de 2016

Esta foi, certamente, uma das melhores viagens que já fiz na vida. Fiquei muito impressionada com o esplendoroso trabalho realizado por Niède Guidon ao longo de tantos anos. Infelizmente, poucos brasileiros conhecem essa belezura e me vi na obrigação de divulgar, com o máximo de detalhes, informações úteis para quem tem intenção de visitar essa maravilha da natureza.

O Parque Nacional Serra da Capivara foi criado em 1979 e fica localizado no Piauí. Devido, especialmente, às suas centenas de sítios arqueológicos, o parque foi tombado como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO, em 1991. É lá onde podemos encontrar a maior concentração de pinturas rupestres do mundo!

São Raimundo Nonato-PI é a cidade onde está localizado o Museu do Homem Americano. Porém, o centro de visitantes e os sítios arqueológicos mais importantes ficam na cidade de Coronel José Dias, distante 27km daquela. Por isso, preferimos nos hospedar nessa localidade.
  
Como chegar partindo de Fortaleza-CE?
  • De ônibus: É preciso fazer Fortaleza - Teresina pela Expresso Guanabara (há vários horários disponíveis). O valor da passagem varia de R$ 65 a R$ 120 reais para esse trecho. O trajeto dura cerca de 10 horas. Em Teresina, a melhor opção é pegar o ônibus da empresa Transpiauí em dias de semana. Os horários são 14h45, 20h e 20h15. O trajeto dura cerca de 6 horas. Para a volta, os horários são 13h e 20h30 (saindo de São Raimundo Nonato). Mais informações: (89) 98111.5194 (Transpiauí).
  • De carro: Pegamos a BR-020 em praticamente todo o trajeto. Apenas foi necessário fazer um desvio em Oeiras por conta da buraqueira da estrada. Em média, leva-se cerca de 11 a 12 horas de viagem.
  • De avião: o aeroporto abriu recentemente, mas faz poucos voos. A aeronave pode transportar até 9 passageiros. Os preços são bem altos e os voos saem apenas de Teresina.

Onde ficar? 

  • Em São Raimundo Nonato-PI: há opções de hotéis, como o Hotel Real e o Hotel Serra da Capivara. Para quem quer se hospedar barato, há a Pousada Mania, no posto Mania. A diária é R$ 35 reais por pessoa. É o esquema "alojamento de caminhoneiro", mas tudo limpinho e novo. Lembrando que São Raimundo Nonato fica a 27km das principais trilhas e é preciso ter carro para se deslocar para as visitações (há guias com carro). A vantagem é que essa cidade é grande, possui bancos (Bradesco, Caixa Econômica e Banco do Brasil), além de postos de gasolina, supermercados, padarias etc. 

  • Em Coronel José Dias: há uma pousada sendo construída na entrada da cidade, no posto do Airton. Mas a melhor opção é seguir (de carro ou de pickup - há várias que fazem frete na rodoviária/centro da cidade) rumo à localidade Sítio do Mocó (a cerca de 15km do centro de Coronel José Dias). Nesse local, é possível fazer trilhas a pé e, para quem quer realmente trilhar, é o melhor lugar para ficar. Nosso guia (mais informações abaixo) aluga o quarto na casa dele (na época, R$ 60 reais a diária). Há também o Camping da Pedra Furada, atualmente administrado pela dona Ceiça (na época, R$ 20 a diária por pessoa). Ela é uma pessoa super simpática, muito tranquila e nos recebeu muito bem. O camping é bem estruturado, com garagem. Para quem prefere mais conforto, ela tem alguns quartos para alugar, a diária é em torno de R$ 80 reais. Seguem algumas fotos:

Entrada da garagem: vista para os paredões

Umbunzeiro de 150 anos entre o camping, restaurante e quartos

Local de camping, com muita flora e fauna nativas da caatinga

Realmente um lugar aconchegante

Como acordamos muito cedo para fazer as trilhas, o sol não incomoda a dormida de manhã



Camping Pedra Furada

Comemoração com nosso guia Nestor Neto (de boné) e dona Ceiça (à direita) no restaurante do Camping Pedra Furada

Vista do Baixão das Mulheres: nossas barracas estão ali no meio, atrás dessas casas embaixo da foto

Em julho, a noite fica bem fria, chegando aos 14ºC

Céu estrelado sempre!!!

Camping Pedra Furada
Sítio do Mocó / Coronel José Dias / PI
(89) 98111.5194 / 3582.2099 (orelhão em frente) - dona Ceiça
  • Outra opção, em Coronel José Dias, é ficar no Albergue Serra da Capivara. É um local muito agradável, pra quem prefere mais conforto e também para ficar mais perto dos mais importantes sítios arqueológicos e trilhas do Parque. Na época em que fomos (julho/2016), as tabelas de preços eram as seguintes: 1) Apartamento coletivo com ar (R$ 100); 2) Pernoite por pessoa (R$ 60); Apartamento individual (R$ 83); Apartamento duplo (R$ 125); Apartamento triplo (R$ 165). O albergue serve café da manhã (R$ 10), almoço (R$ 20 - à vontade) e janta (R$ 20 - à vontade). O albergue fica ao lado da fábrica e da loja de cerâmicas da Serra da Capivara. Seguem algumas fotos:

Alojamentos no Albergue
Lateral dos alojamentos
Um dos quartos do Albergue










Restaurante do Albergue
Vista do Restaurante do Albergue
Loja de Cerâmica







 

Albergue Serra da Capivara
Sítio Barreirinho/SN / Coronel José Dias / PI 
(89) 3582-1760


Onde comer?

  • Em São Raimundo Nonato há muitas opções, tendo em vista ser uma cidade grande. Jantamos uma sopa deliciosa no restaurante do Hotel Real, a R$ 15. Há refeições para todos os bolsos.
  • Em Coronel José Dias, há padarias e supermercados no centro. Mas no Sítio do Mocó, onde ficamos, há poucas opções. O restaurante Serra da Capivara, a 300m do Camping Pedra Furada foi a melhor opção. A refeição custa R$ 20 e você come à vontade, com duas opções de carne. Comida caseira, muito saborosa. É preciso fazer o pedido das refeições ao menos uma hora antes, pois não há estoque já pronto. Segue foto da nossa mesa: 
Restaurante Trilha Serra da Capivara


 Também é possível reservar refeições com a dona Ceiça, no camping Pedra Furada.


Como faço para visitar o Parque?

  • É preciso pagar uma taxa diária: R$ 15 para brasileiros e residentes; R$ 30 para estrangeiros.
  • É obrigatória a visitação guiada. Os guias podem ser contratados no local, mas reservamos com antecedência três dias de trilha com o melhor guia da região. Nestor Neto trabalha como guia há 18 anos, é um nativo de Coronel José Dias e viveu todo o processo de mudança que o Parque trouxe para a localidade. Sua vivência é impressionante e seu conhecimento sobre os sítios e paisagens é ainda mais incrível. A diária é tabelada, custa R$ 150. Vale cada centavo! O guia adapta os trajetos de acordo com as preferências do viajante. Podem ser agendadas, inclusive, visitas para estudantes. Para mais informações, vejam o vídeo do nosso guia:



Nestor Neto (Guia nativo há 18 anos)
VIVO: (89) 98111.5689 (whatsapp)
VIVO: (89) 98126.6894
TIM: (89) 99911.9269

OBSERVAÇÃO IMPORTANTE: Em Coronel José Dias, não há internet e a única operadora de telefonia que funciona, razoavelmente, é a VIVO. Eu, particularmente, adoro isso, assim esqueço os problemas de casa e me concentro na natureza local!

3 comentários:

  1. Agradecemos pela visita ao nosso santuário ancestral e sobretudo por divulgar nosso patrimônio e a nossa cidade - Coronel José Dias!. Abs

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, Bel!!! Dicas muito importantes!! Vale a pena ir e vivenciar tanta beleza!!

    ResponderExcluir