Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

segunda-feira

Buenos Aires, 28 de Dezembro de 2010

O Hostel oferece café-da-manhã com um cardápio variadíssimo: Croissant, fatias de pão, manteira, requeijão, leite, café e suco (todo dia!): putz!!! =~~

Eu, ansiosíssima pro primeiro dia oficial de perambulações, comi feito uma doida... o resultado será comentado mais a frente...


En bici llegás más rápido. En bici es mejor.


As folhinhas canadenses... também por aqui! \o

Hora de andar pelo Centro e conhecer as redondezas históricas do Hostel:

Igreja pra tudo que é lado: uma relíquia histórica, é fato, embora não me apetecesse ficar direto entrando nelas.

Coisas engraçadas da terra dos hermanos:


Abaixo, Plaza del Congresso, no Centro de Buenos Aires:

Acima, o Congresso Nacional da Argentina.

Mais fotos da Plaza del Congresso e das manifestações políticas registradas no seu concreto:


... pois é, eu comi rápido demais, comi muito, estava ansiosa... deu no que deu... passei mal pra caramba no primeiro dia, vomitei e tudo mais... mas, como boa guerreira viajante... sobrevivi! rsrsrs.. e continuamos a caminhada pelo Centro:

Acima, eu passando mal... hauhauhuaha...

Abaixo, eu já um pouquinho melhor... rsrsrs...


Buenos Aires em Dezembro é mais quente que Itapebussu todos os dias. Que sol é esse?! Sofri, sofri... sofremos com o calor da cidade:


Depois de encontrar um conhecido meu... rsrs... Daniel Fernández, empresário da banda de reggae argentino Chala Rasta, fizemos nossa primeira refeição decente e já deu pra perceber que o Tango trua por aqui:


Continuando o passeio pelo centro...

Acima, Escuela Presidente Roca, reparem a estátua do casal dançando ali no meio...

Abaixo, um chico feliz:


A caminhada pelo centro findou na tããão famosa calle Florida, onde as gatas trabalharam, e muito, no consumo:


Abaixo, a famosa livraria El Ateneo, com uma arquitetura impressionante. Sobre livrarias, dizem, inclusive, que Buenos Aires tem mais delas que no Brasil inteiro.. hauhauha.. exagero, claro! Mas que eles têm bons hábitos de leituras isso é pura verdade:


Abaixo, uma foto perto dos tantos estabelecimentos Havanna, que vendem o mais tradicional alfajor da Argentina:


Brasil, Brasil... você sempre em todos os lugares:


Os argentinos têm fama de produzirem bons vinhos. Não pude perder a oportunidade de trazer vários deles:

Uma coisa nos impressionava: os argentinos sabiam, sem nem abrirmos a boca, que nós éramos brasileiras - mas como? Resolvi perguntar ao vendedor da loja de vinhos que, também, nos reconheceu de longe! Eis a resposta... rsrsrs... AMEI:



Galerias pacífico
... uma espécie de shopping, no centro, com uma arquitetura também muito bonita e elegante:

Foi aqui que tomamos o famoso sorvete Freddo, tão recomendado pelos argentinos:

Esse aí é muito gostoso, principalmente pra quem gosta de amêndoas (rsrsrs...).

E em meio ao estresse que é a vida no centro, o tango aparece pra animar a turistada e balançar o coração dos apaixonados:

O vídeo a seguir traz a filmagem que fiz desse casal aí dançando tango em plena calle Florida:



Depois de muuuuita caminhada, um descanso maravilhoso na Plaza San Martín. Buenos Aires tem dessas inúmeras áreas verdes deliciosas...


Buenos Aires, Buenos Aires... ê gostinho de saudade que já tava dando desde o começo:


Pra findar o dia, mais uma Quilmes tomada no roof bar do hostel, sob a companhia maravilhosa da lua e do cenário bucólico da luzes do centro:

Nenhum comentário:

Postar um comentário