Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

quarta-feira

Gramado, 9 de janeiro de 2015

Recebi o convite maravilhoso, do meu amigo de orkut, cartas e afins, Chumassa, para irmos a Gramado. Convite irrecusável pra duas pessoas que adoram natureza e tranquilidade:
Despedida do Eco Hostel Porto Alegre

Primeiras imagens de Gramado

Rua com lojas de artesanato local

Soldadinhos coloridos espalhados pela cidade

Um dos restaurantes mais chiques (e caros, claro) da cidade

Igreja do relógio

Eu e a famosa araucária

Pierre agilizando o jantar de agradecimento à hospitalidade dessa linda família gramadense

Mesa posta para o gratin dauphinois

Família reunida para o jantar

Nenhum comentário:

Postar um comentário