Tenho sentido muitas saudades das viagens que fiz. Não saberia, nunca, explicar a sensação feliz que me dá rever fotos, vídeos e conversar com os que lá conheci. Escrevi alguns textos tentando juntar momentos, conversas, sensações sentidas e vividas nos tantos lugares pelos quais passei. Há acréscimos, eu preciso mencionar. É ficção, portanto. Mas, os textos deste blog são completamente carregados de nostalgia... esperança... e vida! Vida, que é o estado em que quero estar permanentemente!
Boa leitura!!!

quinta-feira

Hokksund, 14 de julho de 2009

Dia light... escolhemos um parque em Hokksund para comermos pizza com coca-cola e relaxar. O dia seguinte seria muito tenso (feliz, mas tenso) pra mim, ia pra Inglaterra, mais uma vez, sozinha!


A prima acende os cigarros dela com isso aí oh! Hehehe...


Pegando um solzim...


Abaixo um poema de Jan-Magnus Brüheim, professor e poeta norueguês, já falecido. Foi também ativista político, lutou pela paz em diversos lugares do mundo. O poema fala de levarmos nossos próprios fardos com coragem e gentileza, mesmo que não tenha ninguém pra ajudar...


Esculturas surreais no parque de Hokksund... rsrsrs...


Segundo a prima, aquela escultura ali (abaixo) com várias pedras justapostas, foi feita pelo Morten (Esse é um nome muito comum na Noruega, como Paulo e Antônio, no Brasil), marido da nossa querida amiga cearense Malu.


Mais trabalhos nonsenses...


Ao lado do parque, fica um camping enoooorme. Os noruegueses são muito pacatos, eu não ia aguentar ficar enfurnada nesses traillers o verão todo...


O bom disso tudo é a paz... um lago ao lado para pesca e passeio de barco...


E playground para as crianças... \o/

Foi bom voltar a brincar de casinha... hehehe...

Nenhum comentário:

Postar um comentário